_MG_5206.JPG

Neste projeto as personagens do ensaio “Sobre o Teatro De Marionetas” de Heinrich Von Kleist encontram-se em palco para o reviver - actualizando-o ou actualizando-se, através dessa procura incessante de uma ordem no caos, de um caos na ordem, de uma mecanização natural, de uma afectação graciosa, de uma inocência consciente e de muitos outros paradoxos que definitivamente distinguem um Homem de um Urso.
 

(…) O Homem e o Urso, espetáculo inteligente, imaginativo, intuitivo, absurdo, comprometido, de honestidade intelectual, a cumprir o que enuncia e a agir sem explicações supérfluas. Acreditando no salto sem rede, cada um contribui para o desenrolar do discurso com a individualidade do seu corpo, dos seus talentos e da sua história (…). Helena Simões in JL Jornal de Letras Artes e Ideias nº 1068 Setembro 2011
 

actor. Diogo Dória; bailarina. Sílvia Pinto Coelho; esgrimista. João Machado; urso. Pedro Núñez
Concepção|direcção: Lígia Soares; Criação|Interpretaçaõ: Sílvia Pinto Coelho, Diogo Dória, João Machado, Pedro Núñez.

 Espaço cénico|Imagem: Andresa Soares; Apoio à Composição Musical: Diogo Alvim; Produção: Máquina Agradável Co-Produção: Theatro Circo de Braga